Para ter liberdade, dê liberdade. Simples assim!


Eu já escrevi aqui que o Dr. Bach, depois de descobrir as 38 florais, reorganizou as essências por grupos de emoção.

Um desses grupos fala sobre a preocupação excessiva que temos com o bem estar do outro. E ele coloca nesse grupo essências que podem ajudar aquelas pessoas que, por uma questão de temperamento ou por circunstâncias da vida, atuam em função dos outros: seja para dar exemplo, para chamar a atenção, para se sentirem amados e admirados ou para controlar e manipular. Mas, ao fazerem isso de maneira ostensiva, essas pessoas se tornam autoritárias e tolhem a liberdade do outro.

A liberdade sempre foi um tema muito importante para o Dr. Bach. Em seus escritos (link: https://healingflorais.com.br/coletanea-de-escritos-de-edward-bach.html), o Dr. Bach usa a palavra liberdade mais de 30 vezes! Ele chegou a escrever um pequeno livro a este respeito chamado Liberte-se. Veja o que ele traz sobre o assunto:

“Se dermos liberdade a tudo e a todos que estiverem ao nosso redor, descobriremos, por outro lado, que essa liberdade nos fará mais ricos de amor e bens do que éramos antes, pois o amor que liberta é o grande amor que nos aproxima.”

E quais padrões de comportamento ele colocou nesse grupo?

Vamos conhecer por meio das essências?


Beech

Sabe aquelas pessoas para quem nada está bom? Elas não conseguem ver a beleza em nada e estão sempre criticando. Beech é uma essência que fala da intolerância.

No fundo, toda essa desaprovação vem de uma insatisfação. Provavelmente algo não vai bem por dentro: a pessoa não está feliz com ela mesma e acaba não vendo beleza em nada mais.

Muitas vezes, esse julgamento nasce de um ambiente de críticas e muitas cobranças e acaba desenvolvendo um sentimento de inferioridade que é projetado nos outros.

É triste e você deve conhecer pessoas assim. Elas estão longe de se sentirem felizes.


Chicory


Pessoas com este temperamento, se em desequilíbrio, têm uma grande vontade de controlar, querem a família e os amigos por perto para servir, mas cobram emocionalmente toda a dedicação que tiveram.

No extremo, são manipuladores e usam de chantagem emocional:

“Depois de tudo o que eu fiz por você ???” é uma frase típica de uma pessoa que está vivendo esse padrão ou que tem esse temperamento.

A virtude é o amor incondicional, a doação e o desapego.

Você já se viu agindo assim?


Rock Water

Você conhece pessoas que são extremamente rígidas com seus padrões de comportamento e esperam, com isto, se tornarem exemplos para os outros? Elas acabam se tornado seus próprios algozes e perdem a alegria da vida com seus padrões enrijecidos. O Dr. Bach fala que essas pessoas “São mestres severos de si mesmos.” Difícil, né?

Este é o comportamento que endereça a essência Rock Water, que desperta nestas pessoas a fluidez e a flexibilidade.


Vervain

Você conhece pessoas que são muito entusiasmadas com suas próprias ideias e argumentam exaustivamente para tentar convencer os outros de suas verdades ?

Estas são, provavelmente, pessoas de temperamento Vervain. Normalmente, elas são tensas e possuem um temperamento forte.

Quando em equilíbrio, esta é uma virtude de grandes professores, juízes, oradores... que conseguem envolver seus ouvintes e deixa-los entusiasmados com suas palavras.


Vine

Bom, se em Vervain falávamos de uma vontade de convencer, em Vine a pessoa impõe sua opinião e seu ponto de vista. Essas são pessoas autoritárias que, provavelmente, foram muito tolhidos na infância. Portanto, essa é a única maneira que elas aprenderam para atuar no mundo e se relacionar com os outros. Pessoas assim, acabam se aproximando de quem é mais fraco e aceita esse padrão dominador.



Por Luciana Chammas

  • Logotipo Facebook
  • Logotipo do YouTube
  • Logotipo do Pinterest
  • Logotipo do Instagram